Página Inicial     
|      Fale Conosco      |      Adiconar aos Favoritos 

Ribeirão Preto/SP - Brasil - Fundada em 27 de Outubro de 1979

  Página Inicial

 Consulta Sócios

  pombo As 2016

  pombo As 2015

  Pombo AS 2014

  Regulamento para Columbódromos

  Resultados de Corridas

  Pombo Ás 2009

  Pombo Ás 2010

  REGULAMENTO POMBO AS

  Pombo As 2013

  Pombo Ás Nacional 2008

  Tempo

  Como ser Columbófilo

  Estatuto

  Curiosidades

  Concurso Logotipo FCB

  Projetos

  Newsletter

  Regulamento Nacional de Concursos

  Fotos

  Fale Conosco

  Columbófilos Virtuais

  Regulamento Pombo Ás Nacional 2009

  Assembéia FCB

  XXXI - Olimpíada Columbófila

  Columbódromos Nacionais(Histórico)

  Pombo ÁS 2011

  Artigos

  Links

  Vídeos

Regulamento Pombo Ás Nacional 2009
Federação Brasileira de Columbofilia
CAMPEONATO NACIONAL DO POMBO ÁS

Artigo 1º
(Entidade Organizadora)
Os Campeonatos Nacionais do POMBO AS são organizados pela Federação Columbófila Brasileira - FCB com a colaboração das Federações Estaduais e Associações.

Artigo 2º
(Participação)
Os Campeonatos são abertos à participação de todos os Columbófilos devidamente filiados às suas Associações.
1 -     Só poderão organizar e participar em concursos ou soltas coletivas de pombos-correio a FCB, as Federações Estaduais e as Associações legalmente constituídas, que tenham cumprido as suas obrigações, nomeadamente as seguintes:

a)     Terem em ordem o cadastro de todos os sócios;

b)     Terem em dia o pagamento da quota federativa estadual, se houver;

c)     Terem promovido o normal funcionamento do serviço de recenseamento dos seus sócios e pombos;

d)     Terem em dia todos os seus pagamentos;

e)     Terem executado todas as decisões e deliberações dos órgãos hierarquicamente competentes.

2 -     As Associações com sede social localizadas na fronteira entre estados vizinhos poderão optar por concorrer em campanhas organizadas pela Federação do Estado vizinho, desde que obtenham o acordo das Federações Estaduais envolvidas e a homologação da FCB.


Artigo 3º
(Inscrição)
A Inscrição será pela utilização do Software de Apuração Sistema GPC fornecido gratuitamente pela FCB às Associações registradas.
As apurações das Associações, serão enviadas á FCB até 14 de Novembro de 2009.
As Associações são as responsáveis por todas as informações enviadas à FCB.

Artigo 4º
(Categorias)
Os Campeonatos Nacionais disputam-se nas seguintes categorias:
a)     Velocidade
b)     Meio Fundo
c)     Fundo
d)     Grande Fundo

Artigo 5º
(Provas Selecionadas)
Das provas constantes no calendário desportivo / 2009 para cada uma das categorias (Velocidade, Meio Fundo e Fundo) o Sistema GPC escolherá as melhores provas por cada categoria, segundo os parâmetros regulamentares definidos no artigo 6º deste regulamento.
Artigo 6º
(Parâmetros Regulamentares)
a)     As provas serão de velocidade, meio-fundo, fundo e grande fundo, com as seguintes distâncias:

-     -Velocidade .................. de 100 a 350 km
-     -Meio-Fundo................. de 300 a 600 km
-     -Fundo .......................... mais de 500 km
-     -Grande Fundo ............. mais de 800 km

§ Único - O cálculo das distâncias limites, para efeito exclusivo dos calendários desportivos terá como referência o cálculo gerado pelo Sistema GPC usando-se coordenadas de latitude e longitude.


Artigo 7º
(Condições de Participação)
1. Para participar nos campeonatos de Velocidade e Meio Fundo é necessário que se verifiquem as seguintes condições:
a.     Número mínimo de Columbófilos participantes por prova - 5
b.     Número mínimo de pombos participantes por prova - 100
2. Para participar nos campeonatos de Fundo é necessário que se verifiquem as seguintes condições:
a.     Número mínimo de Columbófilos participantes por prova - 4
b.     Número mínimo de pombos participantes por prova - 75

Artigo 8º
(Tipo de Classificações a Indicar pelo Columbófilo)
As Classificações são obtidas nos 20 % dos pombos enviados em qualquer um dos seguintes parâmetros:
a.     Na Associação designada (mãe) e clubes de doublagem
b.     No Grupo (região), Bloco, Zona , etc.
Artigo 9º
(Fórmula de apuramento)
1. Para apuramento do melhor voador - POMBO ÁS, o Sistema GPC escolhe as melhores classificações nas provas, obtidas pelo mesmo pombo, entre os pombos da equipe de no máximo de trinta.
2. A cada uma das classificações selecionadas aplica-se a seguinte fórmula:

Fórmulas de Cálculo segundo as normas vigentes da FCI:

Categorias A (velocidade) e B (Meio-fundo):
(Número de pombos a pontuar - Lugar + 1) x 100
---------------------------------------------------------------------
Número de pombos a pontuar


Categorias C (Fundo) :
Lugar x 1000
-------------------------------------------------------------------------------------
5000 (se enviados > 5000) ou enviados (se enviados < 5000)


Categoria E (Grande-fundo):


Lugar x 1000
------------------
Enviados




3. A pontuação final do Pombo Às em cada categoria resultará do somatório dos resultados assim obtidos.
4. Cada Columbófilo poderá participar com o número de pombos que estiverem aptos segundo a tabela abaixo.
Categorias     Número Mínimo de pombos Mínimo      Mínimo de
de provas participantes de criadores quilômetros totais
Velocidade      4      100      5      600
Meio-Fundo       4      100      5      1350
Fundo 3      75      4      1500
Grande Fundo      2      75      4      ---

Artigo 10º
(Classificação final)
A classificação final do campeonato do pombo Ás é ordenada pela seguinte ordem final: categorias Velocidade (A) e Meio-Fundo (B) quanto maior o índice melhor; categorias Fundo (C) e Grande-Fundo (E) quanto menor o índice melhor.

Artigo 11º
(Taxa de Inscrição)
A inscrição nos campeonatos nacionais é gratuita.
Artigo 12º
(Prêmios)
1. Serão entregues troféus e diplomas aos primeiros 10 pombos de cada uma das categorias.
2. Aos três primeiros classificados de cada categoria serão também atribuídos prêmios, a saber:
Colocação      Prêmio
1º      Entrada eletrônica
2º      Televisor 20 polegadas convencional
3º      DVD player
Observação importante: cada criador receberá apenas um prêmio. Se um columbófilo fizer jus a mais de um prêmio, ficará com o de maior valor e o segundo será entregue ao próximo da lista de classificação.
3. A Federação Brasileira de Columbofilia fará a entrega de prêmios em evento Nacional e convidará os Columbófilos premiados para o almoço de distribuição de prêmios.
Artigo 13º
(Recomendações)
As horas-limite de largada para os concursos estão fixadas no quadro seguinte:

km e Hora Limite de solta
Até 300 km - 14:00H     
De 301 a 500 km - 11:30H     
De 501 a 800 km - 9:00H
Mais de 800 km - 8:00H


§ 1º - Considera-se como tempo mínimo de descanso dos pombos antes da solta:

          Velocidade ...... 2 horas
          Meio-Fundo .... 3 horas
          Fundo .............. 6 horas

§ 2º - Salvaguardam-se os casos excepcionais, a resolver entre o delegado de solta e a entidade responsável pela mesma.

Terminada a solta, o delegado deverá comunicar telefonicamente com a entidade organizadora ou com quem estiver indicado, a fim de informar a coordenada do local de solta, a hora da solta e as condições gerais em que foi efetuada.
Seguidamente, antes de partir do local de solta, tomará as notas necessárias para a elaboração da ata, da qual constarão todas as circunstâncias fundamentais e especiais que julgue de interesse, nomeadamente:

a)     A coordenada do local de solta.

b)     Hora de Solta;

c)     Estado do tempo;

d)     Predominância do vento;

e)     Estado aparente dos pombos;

f)     Facilidade ou dificuldade na orientação dos pombos;

g)     Condições favoráveis ou desfavoráveis para a realização da solta, tais como acidentes topográficos, obstáculos, existência de água, etc.;

h)     Fuga de pombos ou outras anomalias verificadas nas caixas e providências tomadas ;

i)     Colaboração das Forças de Segurança Pública, Coletividades e outros;

j)     Sugestões que visem melhorar as condições em que o percurso foi efetuado;

§ 1º - Em caso de irregularidades motivadas pela presença de estranhos, que tenham causado perturbações graves à sua ação, o delegado deverá elaborar no local uma ata, que fará assinar por testemunhas.

§ 2º - As entidades organizadoras dos concursos enviarão às Associações participantes, sempre que estas o solicitem, um extrato da ata de solta em que conte os pormenores mais importantes, devendo as Associações afixar este documento nas respectivas sedes, para conhecimento de todos os concorrentes.

§ 3º - Qualquer pombo que apareça ferido ou morto nas caixas, deve ser enviado à respectiva Associação para determinação da causa do acidente.


Artigo 14º
(Casos Omissos)
1. São considerados casos omissos todos os que não se achem previstos no presente regulamento.
2. Os casos omissos serão resolvidos pela Diretoria da FCB.
Federação Columbófila Brasileira 
 © 2017 - Todos os direitos reservados